36ª Semana-2015 – GDC-Young

FLEUMÁTICO

 
 

18- CULTIVANDO A COMUNHÃO.Parte I

 
Vocês podem desenvolver uma comunidade saudável e robusta que viva de acordo com Deus e desfrute os resultados se tão-somente derem conta da árdua tarefa de se relacionarem bem uns com os outros, tratando-se digna e honradamente.
(Tg 3.18;)
 
 
 
COMUNHÃO EXIGE COMPROMETIMENTO. Somente o Espírito Santo pode criar uma verdadeira comunhão entre crentes, mas ele processa isso através das escolhas e compromissos que fazemos.
Infelizmente, muitas pessoas crescem em famílias com relacionamentos perniciosos, então carecem das habilidades relacionais necessárias à verdadeira comunhão. Elas devem ser ensinadas a lidar e se relacionar com as outras pessoas na família de Deus.

Se você está cansado de comunhão fajuta e gostaria de cultivar uma comunidade amorosa com uma comunhão verdadeira em seu grupo pequeno, classe de escola dominical ou igreja será necessário fazer algumas escolhas difíceis e assumir alguns riscos.

FORMAR UMA COMUNIDADE EXIGE SINCERIDADE. Você deverá ter uma grande dedicação a falar a verdade de forma carinhosa, mesmo quando preferir passar por cima de um problema ou desconsiderar um assunto. Embora seja muito mais fácil permanecer em silêncio enquanto os outros à sua volta prejudicam a si próprios e aos outros com alguma prática pecaminosa, essa não é a atitude de amor a ser tomada. Poucas pessoas podem contar com alguém que as ame o suficiente para dizer-lhes a verdade (mesmo quando a verdade machuca), então continuam em caminhos de autodestruição. Nós frequentemente sabemos o que precisa ser dito a alguém, mas nossos temores nos impedem de dizer.

Muitas comunidades são sabotadas pelo medo: ninguém tem coragem de falar em meio ao grupo, enquanto a vida de um membro desmorona.

A Bíblia nos manda falar a verdade em amor, porque não podemos ter uma comunidade sem sinceridade. Salomão disse:A resposta sincera é sinal de uma amizade verdadeira”.(Pv.24:26)

Algumas vezes, isso significa importar-se a ponto de carinhosamente questionar aquele que estiver pecando ou sendo tentado a pecar.
Paulo diz: “Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais, deverão restaurá-lo com mansidão”.(Gl.6:1-2)

Muitas comunidades e grupos pequenos permanecem superficiais por terem receio de conflitos. Toda vez que uma questão vem à tona e pode causar tensão ou desconforto, é imediatamente encoberta, a fim de preservar uma falsa sensação de paz. O Sr. “Panos Quentes” intervém e tenta aplacar os ânimos. O assunto nunca é resolvido, e todos vivem com uma frustração dissimulada. Todos sabem do problema, mas ninguém fala sobre ele abertamente. Isso cria um ambiente doentio de segredos, onde floresce a fofoca.

A solução de Paulo era direta:Chega de mentiras, chega de fingimento. Fale a verdade ao seu próximo. Afinal, no corpo de Cristo, estamos todos ligados uns aos outros. Quando você mente para os outros, você acaba mentindo para si mesmo.” (Ef. 4:3)

A verdadeira comunhão, seja no casamento, seja na amizade, seja na sua igreja, depende da franqueza.
Na verdade, o túnel do conflito é a travessia para a intimidade em qualquer relacionamento. Até que vocês se importem o suficiente para confrontar e solucionar os obstáculos encobertos, jamais ficarão íntimos uns dos outros. Quando um conflito é tratado corretamente, crescemos em intimidade uns com os outros ao enfrentar e resolver nossas diferenças.

A Bíblia diz:No final, as pessoas valorizam a sinceridade mais que a bajulação.” (Pv.28:23)

Franqueza não é uma licença para dizer o que você quer, onde quiser e sempre que quiser. Não é grosseria.

A Bíblia diz que existe um tempo certo e um modo certo de fazer cada coisa. (Ec.8:6)

Palavras impensadas deixam feridas permanentes.

 

DESAFiiiOOO! “PAPO RETO!…”

Se tem faltado sinceridade com algum membro do seu grupo, não “deixe pra lá”. Observe o que foi dito a respeito de comprometimento, sinceridade e franqueza, então retome a conversa e não deixe nada pendente. Tudo com amor e direção do Espírito Santo.

 

Programado para Terça-feira 22/09/2015.

Fonte: http://pt.slideshare.net/paulopooljr/uma-vida-com-propositos?related=1
Adaptado Por: Pr.Gilberto Luis Cunha.

Deixe uma resposta